fechar

Lei Seca: número de prisões cresceu 146% em 2013

Detran apertou o cerco aos motoristas alcoolizados no ano passado com intensificação das operações

Operações com uso do etilômetro foram intensificadas no ano passado

O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) divulgou nesta quarta-feira (29) um balanço da Operação Lei Seca durante o ano de 2013. As abordagens foram intensificadas durante todo o ano e trouxeram resultados significativos no trânsito em todo o Estado.

IMG_5981De acordo com dados fornecidos pela Coordenadoria Setorial de Segurança do Trânsito (CSST), no ano de 2013 foram abordados 9.589 veículos e 10.012 pessoas foram submetidas ao teste do etilômetro. O órgão recolheu 842 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e 472 veículos. Durante o ano, também foram totalizadas 590 recusas e 142 flagrantes de crimes de trânsito.

Fazendo um comparativo entre o segundo semestre do ano de 2012 e o segundo semestre de 2013, pode-se destacar um aumento de 55% no número de veículos abordados, 16% em infrações aplicadas devido à direção sob influência de álcool, 146% de prisões em flagrante e 12% no recolhimento de CNHs.

Na proporção de infrações, a que está ligada a alcoolemia teve uma redução de 3%, além do aumento de 50% na aplicação de infrações diversas, que no fim resultou o avanço de 25,5% no total de autuações.

Segundo o Coordenador Setorial de Segurança de Trânsito, Emerson Dantas, o aumento no número de prisões em flagrantes cresceu por causa da mudança ocorrida na lei, que permite a prisão do condutor que estiver dirigindo sob efeito de álcool, mesmo ele fazendo a recusa do teste do bafômetro.

A infração é de natureza gravíssima, tendo o veículo apreendido, além da multa de R$ 1.915,40 e apreensão da CNH.

“Quando as operações são executadas, o intuito da equipe que trabalha na fiscalização é mostrar que as abordagens são para a segurança da própria população, evitando acidentes. Com o aumento no número de flagrantes as abordagens também aumentaram”, ressaltou o coordenador.

O art. 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), diz que dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência, é considerado infração gravíssima e em caso de reincidência no período de até 12 meses a multa é aplicada em dobro.

Mais informações site Detran/AL (www.detran.al.gov.br).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe seu Comentário